JUSTIÇA INTERNACIONAL


Desde o nosso início, um de nossos principais focos tem sido o fortalecimento das funções essenciais para a maior eficácia do Sistema Interamericano de Direitos Humanos (SIDH). Emitimos recomendações e apresentamos propostas de procedimentos transparentes e simplificados para garantir que o SIDH possa responder rapidamente para atender as demandas dos grupos sociais e indivíduos em situação de maior vulnerabilidade em toda a região.

Também buscamos melhorar o acesso à informação e o conhecimento sobre a jurisprudência e instrumentos jurídicos para responder a graves violações de direitos humanos. Por exemplo, criamos o SUMMA, uma base de dados on-line da jurisprudência do SIDH, que permite aos/às usuários/as conhecer o funcionamento da Comissão Interamericana e da Corte Interamericana de Direitos Humanos e acessar todas as informações sobre relatórios e decisões sobre casos anteriores.

Trabalhamos, ademais, para melhorar os processos de nomeação e seleção de membros da Comissão e da Corte, incluindo os postos de Secretaria Executiva e relatorias da CIDH. A fim de defender melhor a paridade de gênero na representação internacional, estabelecemos a campanha GQUAL em 2015. Trabalhando de mãos dadas com centenas de organizações parceiras, financiadores, sociedade civil, acadêmicos/as, jovens ativistas e jornalistas, podemos fortalecer o SIDH, torná-lo mais inclusivo e possa refletir nossas aspirações como sociedade civil de um mundo melhor , garantindo a contínua e melhor defesa dos direitos humanos e da democracia.

Conteúdo Relacionado

19 de fevereiro de 2021 Blog

Situação do Direito à Memória, Verdade e Justiça no Brasil a 40 anos da Lei de Anistia

6 de fevereiro de 2021 Multimedia

Video: O Sistema Interamericano de Direitos Humanos

10 de dezembro de 2020 Multimedia

Video: 10 anos de sentencia no caso Araguaia

30 de setembro de 2020 Comunicado De Imprensa

Maria da Penha pede a Comissão Interamericana de Direitos Humanos que mantenha seguimento as recomendações sobre violência contra as mulheres no Brasil em reunião de trabalho na sessão 177 da CIDH.

31 de agosto de 2020 Comunicado De Imprensa

Organizações das Américas exigem o respeito pela autonomia da Comissão Interamericana

27 de agosto de 2020 Comunicado De Imprensa

CEJIL expressa preocupação com a erosão da autonomia da CIDH