VIOLÊNCIA ESTATAL


VIOLÊNCIA ESTATAL
O CEJIL tem apoiado milhares de vítimas de violações de direitos humanos, incluindo vítimas de desaparecimentos forçados, execuções extrajudiciais e tortura. Muitos desses crimes aconteceram durante as décadas de conflito armado na América Central e regimes autoritários na América do Sul, mas muitos também ocorreram sob lideranças democráticas. Diante disso, nosso trabalho contribuiu à justiça, verdade e reparação para as vítimas e sobreviventes desses fatos.

Alguns de nossos principais êxitos incluem:

  • Levar à justiça quatro dos cinco militares guatemaltecos de alto escalão responsáveis pelo desaparecimento forçado de Marco Antonio Molina Theissen;
  • Uma decisão histórica que levou à extradição, julgamento e condenação do ex-presidente peruano Alberto Fujimori devido ao nosso trabalho no caso Barrios Altos;
  • A reabertura no Chile do caso Alex Lemún, referente ao assassinato pela polícia de um adolescente mapuche em uma manifestação comunitária pacífica;
  • Uma decisão da Sala Constitucional da Corte Suprema de Justiça de El Salvador que determinou a inconstitucionalidade da Lei de Anistia, com base na sentença da Corte Interamericana no caso do Massacre de El Mozote litigado pelo CEJIL. O Massacre de El Mozote Massacre é o maior massacre de civis já registrado na história contemporânea da América Latina.

Recentemente, na pandemia COVID-19, monitoramos as ações dos governos para restringir a mobilidade como o confinamento e isolamento social durante a quarentena e outros controles sanitários, e o seu impacto para os direitos humanos. Para isso, oferecemos uma plataforma com informações e ferramentas para defender e promover os direitos humanos durante a crise social humanitária e sanitária decorrentes da pandemia.

Alçar as vozes daquelas pessoas e grupos que buscam a verdade, a justiça e a reparação violações de direitos humanos históricas é a missão do CEJIL. Seguimos trabalhando com vítimas e sobreviventes, entendendo que se as atrocidades do passado não são plenamente enfrentadas, não podemos avançar em direção a um futuro sem violência, mais democrático e inclusivo.

Conteúdo Relacionado

19 de fevereiro de 2021 Blog

Situação do Direito à Memória, Verdade e Justiça no Brasil a 40 anos da Lei de Anistia

10 de dezembro de 2020 Multimedia

Video: 10 anos de sentencia no caso Araguaia

12 de junho de 2020 Blog

Nos EEUU e no Brasil, a violência policial é apenas a ponta do iceberg do racismo

13 de agosto de 2019 Publicacion

Informe “Resistencia miskitu: una lucha por el territorio y la vida” (Espanhol e Inglês)

12 de agosto de 2019 Publicacion

Resumen ejecutivo-Resistencia Miskitu: Una Lucha por el territorio y la vida (Espanhol e Inglês)

14 de maio de 2019 Blog

Vidas negras importam: um grito das favelas frente a uma política de seguranca pública de exterminio dos corpos negros